Rodrigo Guerini

The Settlers of Catan - Jogo de Tabuleiro

Avalie este Post de Blog
1 Comentário
Revisitando um dos meus artigos mais visitados no meu blog.

Link do Blog: (www.sanrojoga.com)

Link do Artigo: The Settlers of Catan



Brasileiro é muito preconceituoso. Não estou me referindo obviamente a cor, credo, opção sexual ou time de futebol – mas se você for corinthiano pode sair do blog. Definitivamente aqui não é o lugar prá escrever sobre isso. O preconceito a que eu estou me referindo desta vez é quanto a jogos de tabuleiro.

Sim, eu sei que você jogou banco imobiliário na sua adolescência – e se você não fez isso, você É sim uma aberração e merece ser zoado eternamente. O grande problema é que as jogatinas param por aí. O mercado brasileiro se divide basicamente entre jogos de festa (tipo imagem e ação), infantis e infanto-juvenis. O mais voltado para público adulto no Brasil é War, e ele possivelmente começa a perder a graça lá pelos 16, 17 anos, ainda mais considerando as suas intermináveis partidas e a presença gigantesca do fator chamado sorte.


Tabuleiro de The Settlers of Catan

Mas fora do Brasil, existe mercado para jogos um pouco mais avançados e que tem temática um pouco mais adulta (não, não, nada de sexo, bom, pelo menos não que eu saiba). No mundo todo, o jogo que fez renascer os jogos de tabuleiros (dos combalidos anos 70 e seus war-games – espécie de civilization em tabuleiro) foi um jogo alemão chamado – em inglês – The Settlers of Catan, ou “Descobridores de Catan” em português de Portugal.

Não que seja um jogo lá extremamente complexo, na verdade é bem simples e em duas partidas você já dominará todos os conceitos do jogo. As estratégias empregadas também não são muito profundas e ainda existe a presença da sorte no rolar dos dados, mas seu efeito é muito menor do que em jogos como War ou até mesmo Banco Imobiliário. O melhor de tudo está na sua duração, em torno de 60 a 90 minutos. Ou seja, o ideal para uma tarde chuvosa ou para um encontro entre amigos, sem que você tenha que varar 3 madrugadas seguidas para terminar o maldito jogo.


O tabuleiro formado por 19 hexágonos de recursos (na versão inicial, que pode ser expandida): madeira, comida, tijolos e pedra, cada uma nomeada com um número de 2 a 12. Com esses recursos você poderá construir vilas, estradas e cidades, que ficam entre os recursos. Se um recurso tem o 8 em cima dele, significa que quando algum jogador rodar os dados e cair 8, aquele recurso irá ser cedido para qualquer um que tenha uma vila ao lado do recurso 8. Falando assim parece ser complicado, mas é bem simples.

A parte divertida fica na troca de recursos, pois fatalmente você terá alguns tipos de recursos a mais e menos de outros, enquanto o seu adversário tem exatamente aquilo que você precisa e ele necessita daquilo que você tem. O segredo da vitória está justamente em conseguir os recursos que você precisa, sem ceder todos os recursos que seu adversário precisa.


Versão comemorativa de 10 anos – Mais de 300 dólares

Você pode também comprar cartas que lhe darão desde o monopólio de algum recurso (todas as comidas dos outros jogadores, por exemplo) ou até a chance de movimentar um ladrão para um recurso próximo a vilas de seu adversário, evitando que ele(s) consiga(m) determinados recursos

Ganha aquele que fizer 10 pontos. Para conseguir um ponto você precisa: montar uma vila (1 pt), transformar a vila em cidade (1 pt), ter a maior estrada consecutiva do jogo (2 pts), ter o maior exército (2 pts) e cartas “victory points” (1 pt).

O problema é claro, fica quanto ao preço. Você não encontra este jogo no Brasil, ou seja, apenas por importação. Lá fora você o encontra por volta de 30 dólares – menos que um jogo brasileiro em qualquer loja no Brasil, mas o frete é extremamente alto (coloque mais 40 dólares em cima). Some tudo isso ao fato de que o jogo (que não é grande, mas definitivamente é maior que um jogo de PS3/x360/wii) irá parar na receita (+ xx dólares). Ou seja, você não conseguirá esse jogo por menos de 100 reais no Brasil.


Versão eletrônica do jogo. De graça!

Não que não valha a pena, mas existe uma alternativa online e o melhor, de graça. E o melhor ainda? Prá você jogar com seus amigos ou contra adversários do mundo – leia-se principalmente alemães - inteiro

O jogo com gráficos relativamente bonitos (em comparação a outros jogos de tabuleiros portados para o computador) aceita de 3 a 4 jogadores – como a versão no tabuleiro – e pode ser expandido para 5 ou 6 jogadores (mas ai você precisa pagar). No caso de não ter colegas para jogar naquele momento e não querer enfrentar desconhecidos, tem como você jogar sozinho contra o pc, ótimo para quem está aprendendo sobre o jogo.


Para jogar basta entrar neste site: “Play Catan Online“, escolher uma opção: A primeira “Catan – Introductory Game”, serve para você jogar sozinho, contra o pc, pelo navegador. A terceira “Catan – Online World” irá levar você até a página de downloads, onde você irá baixar o software do jogo, a última, é no caso de você gostar tanto do jogo e quiser expandir a sua jogatina para Cities & Knights, que dizem, ser a melhor expansão de Catan.


PS: Foi lançado para o Xbox Live uma versão de The Settlers of Catan. A PSN japonesa também já recebeu a sua versão. Norte-americanos e europeus (e nós) estamos esperando o lançamento ainda.

Update: A PSN USA e Européia já lançou sua versão de Catan, assim como já existe também para iPhone e iPad, e se você for rico: Microsoft Surface.
0 Verdinhas, 0 Informação a verificar

Enviar "The Settlers of Catan - Jogo de Tabuleiro" para Facebook Enviar "The Settlers of Catan - Jogo de Tabuleiro" para Twitter Enviar "The Settlers of Catan - Jogo de Tabuleiro" para Google Enviar "The Settlers of Catan - Jogo de Tabuleiro" para Google+

  • Enviar Post de Blog por Email

Comentários

  1. ChusCky -
    Avatar de ChusCky
    Jogo em todo encontro de rpg ou encontro com os amigos a versão básica, e concordo com o que é descrito, jogo rapido, extremamente divertido e vale a pena.
    0 Verdinhas, 0 Informação a verificar